O nosso Djarfogu virtual almeja ser o ponto de encontro de foguenses e amigos di Nós Stimadu Djarfogu independentemente da simpatia político-ideológica, credo ou outro elemento que nos possa diferenciar neste rico, maravilhoso e latente universo cultural foguense que se estende de Ladjeta, tâ pasâ pa Praia, Europa, tê Merka.
mais

Participe e dê o seu contributo nos debates deste Fórum.

entrar

Qual é a sua opinião sobre a ideia do Projecto Portal da Ilha do Fogo?
 
Cabo-verdiano lança estudo sobre as migrações criar PDF versão para impressão enviar por e-mail
Classificação: / 1
FracoBom 
Escrito por AB   
08-Set-2011
“The new migration paradigm of transitional African spaces”, assim se intitula o estudo realizado por um investigador cabo-verdiano da Universidade de York, Canadá. O livro de Pedro Marcelino é dedicado à emergência de um novo paradigma migratório em Cabo Verde, que revela que a emigração cabo-verdiana convive com uma imigração de africanos, chineses e europeus para o arquipélago, a par do regresso de muitos cabo-verdianos residentes no exterior. 

A obra resulta de uma investigação conduzida no terreno entre 2006 e 2009, sob a chancela da Universidade de York e da Universidade de Aberystwyth (Inglaterra). O estudo indica que as medidas anti-terroristas e de gestão migratória tanto nos EUA como na União Europeia no período pós 11 de Setembro, terão alterado o mapa migratório da África Ocidental, sem no entanto mudar as aspirações de milhares de pessoas que continuam a partir.

Através de entrevistas a imigrantes residentes no arquipélago e análises do discurso político e da geopolítica nacional, o investigador aborda a transformação de Cabo Verde de país de emigração em país de trânsito e radicacão de imigrantes de várias origens. Em muitos casos, diz o estudo, “projectos migratórios, que tinham Cabo Verde como plataforma, terminam em virtude do clima político no país”.

O arquipélago indica o estudo, continua a ser um posto de distribuição no médio atlântico. O investigador sugere que “Cabo Verde se integra como nódulo periférico num mapa que inclui novos destinos como Marrocos, Argentina ou Brasil e que é alterado constantemente pela instabilidade vivida no continente, como é exemplo a crise na Líbia”.

Refira-se o livro, lançado em Saarbrucken, foi publicado em inglês pela editora alemã LAP Lambert Academic Publishing. Prevê-se para breve a sua publicação em português e francês.
 
 
 


Investir na Ilha do Fogo


Consulte aqui o seu email: nome@fogo.cv

entrar

Publicite aqui
Publicite aqui
Publicite aqui

copyright © 2017 Portal da Ilha do Fogo
Home